Portugal Comida e Vinhos

Comida e Vinhos

Pequeno-almoço, lanches

É melhor experimentá-lo numa pastelaria  onde pode pedir torradas, uma simples sandes presunto ou de queijo, e diversos tipos de bolo e pastelarias.  Sandes mistas são uma combinação de fiambre e queijo – grelhada são tostas.

Clássico petiscos incluem croquetes, pastéis ou bolinhos de bacalhau, iscas de bacalhau, chamuças, bifanas (uma fatia fina de grelhado ou carne de porco frita no pão) e prego no pão (sanduíche de bife).

Café preto, espresso-forte (bica ou simplesmente Café); um pequeno mas mais fraco (carioca); pequeno e com leite (um garoto em Lisboa e sul, um pingo no norte); ou grande com leite e fraco (um galão), servido num copo.

Pastelaria, bolos e doces

Algumas confecções  agradáveis incluem pastéis de nata (pastéis de nata), queijadas de Sintra, Palha de ovos (tortas de ovo) de Abrantes, bolo de anjo, mil-folha e uma variedade de biscoitos de amêndoa e doce fino (doce origem árabe) do Algarve.

Os ovos model de Aveiro – é excelente, assim como pasteis de Tentúgal, broa de mel – um pão feito de farinha de milho e mel, encontrada principalmente no norte. Broa doce é semelhante, mas contém frutos secos.

Restaurantes e refeições

Porções  tendem a ser enormes. Normalmente servido de 12:30 às 3 da tarde, jantar das 7:30 da tarde em diante. Lanches e pequenas refeições podem ser encontradas ao longo do dia em bares, cafés e pastelarias.

Além do restaurantes, pode acabar comendo numa tasca, que é uma taberna de bairro. A cervejaria é menos formal do que um restaurante, com as pessoas aparecendo em todas as horas para uma cerveja e um lanche.

A ementa turística também pode valer a pena, às vezes com uma escolha de duas entradas e dois pratos principais, além de sobremesa e um copo de cerveja ou uma pequena garrafa de vinho. Podem ser de bom valor.

Pratos e especialidades

Muitas refeições começam com sopas extraordinariamente baratas e típicas Portugal. O caldo verde – um caldo de couve-e-batata, às vezes com presunto – é feito melhor no norte.

No sul, é sopa à alentejana, com alho e sopa de pão e um ovo mexido.Quase todos os lugares fazem uma sopa de base vegetal.

Na costa, o marisco é mais proeminente: caranguejos, camarões, lagostas, chocos, lulas, mariscos e enormes cracas são todos fabulosos (a maior parte no Algarve), e geralmente inclui a pescada, salmão, robalo e no norte truta.

O prato mais típico  de peixe Português deriva do bacalhau salgado seco, que é muito melhor do que parece, alegadamente com 365 maneiras diferentes de prepará-lo – servido com ovo e azeitonas pretas, feitos numa torta- a lista é interminável.

Sardinhas assadas ou grelhadas fornecem um dos cheiros mais familiares e apetitosos do país, e no Algarve e em outros lugares que deve definitivamente tentar a cataplana.

Outras especialidades de marisco incluem uma caldeirada de peixe, e açorda (um guisado de pão rural tradicionalmente feito de pão misturado com ervas, alho, ovos).

Migas é  semelhante, mas  geralmente   mais seco. Bifes grelhados ou fritos simples de carnes de bovino e carne de porco são comuns, enquanto frango é animada pela adição de piri-piri (chili).

A carne é geralmente   melhor quando assada.Também são omnipresentes porco à alentejana (porco com amêijoas), como o próprio nome sugere no Alentejo, e Rojões (pedaços de porco assado, servido com morcela) no Minho e Douro.

Leitão assado  distintamente no centro particularmente nas Beiras. Servido fatiado e frio ou  perto das brasas. Cabrito assado é onipresente nas zonas de montanha, enquanto especialidade das Beiras, chanfana (guisado de cabra), é  servido numa panela tradicional.

Pato é normalmente desfiado e misturado com arroz (arroz de pato); coelho é servido nas áreas rurais (estilo do caçador, como um guisado). No entanto, prepare-se para um par de pratos especiais que a população local pode seduzi-lo para tentar.

 

Tripas do Porto pratos incorporam feijão e especiarias; enquanto cozido à portuguesa, é um cozido ensopado de desafiar o estômago em que não deve se surpreender ao aparecer nódulos de cartilagem ou mesmo uma orelha de porco.

Outros pratos tradicionais usam o sangue de porco ou frango como base – sarrabulho e cabidela – e a adição de outros condimentos pode transformá-los em algo muito delicioso.

O que acompanha quase todo o prato será batatas, fritas no caso da maioria dos pratos de carne grelhada ou cozidas se for peixe.

Para a sobremesa, quase sempre terá salada de frutas, fruta fresca da época, listas de Gelado, pudim  flan (crème de caramelo), arroz doce (pudim de arroz) ou torta de amêndoa.

 Vinhos

Portugal é um centro de excelência vinícola reconhecido internacionalmente, nomeadamente Alentejo, Bairrada, Dão, Estremadura, Douro e Ribatejo – tem atraído uma forte procura.

A maioria dos vinhos são feitos em pequenas cooperativas com variedades de uvas locais. Listas de vinhos portugueses não apenas se distingue entre o vermelho, branco e Rosé, mas  o verde.

Alguns dos maduros mais conhecidos são da região do Douro: Planalto é um excelente branco. Os vinhos tintos da região do Dão ( área entre Coimbra, Viseu e Guarda, em torno do rio Dão) têm um gosto como o de Borgonha.

Quinta de Cabriz de Carregal do Sal (perto de Viseu) é um excelente vinho do Dão. O Alentejo é uma outra área com uma reputação crescente – Reguengos e Monte Velho têm a força e corpo inteiro típico daquela região.

Entre outras regiões menores que oferecem vinhos interessantes são Colares (perto de Sintra), Bucelas na Estremadura (vinho branco seco) e Alenquer a partir do Ribatejo.

Vinhos verdes ligeiramente espumantes são produzidos em quantidade no Minho. Óptimos com marisco. Casal Garcia e Gato são as 2 marcas que vê em toda parte.

Caso contrário, os vinhos rosés portugueses são conhecidos no exterior, principalmente através da exportação espetacularmente bem-sucedida do Mateus Rosé.

Porto, o famoso vinho generoso, é produzido a partir de uvas cultivadas no Vale do Douro. Vinho da Madeira, da ilha atlântica semi-autónoma de Portugal, é exportado para a Grã-Bretanha desde Shakespeare.

Também vale a pena tentar os vinhos de sobremesa (moscatel) de Setúbal, que – como porto e Madeira.

Aguardente  – incluem bagaço, aguardente de figo, ginginha (feita a partir de cerejas), e o Licor Beirão (uma espécie de conhaque com ervas).

No Algarve, as aguardentes mais conhecidos são medronho, feita a partir da árvore de morango e amarguinha, feito de amêndoas. Principais marcas de cerveja são Sagres e Super Bock. É a típica lager de estilo europeu (cerca de 5% álcool).