Alentejo Baixo Alentejo Mértola e arredorres

Mértola e arredorres

Mértola fica situada no alto dum esporão acima da confluência de rios, neste caso Guadiana e Oeiras. Fica a meia hora de carro de Alcoutim no Algarve (pela IC27 e EM507) e cerca de 50 minutos de Beja (pela IC27).

É um óptimo lugar para passar uma noite, ou mais – a caminho do Algarve, ou como destino final – compacta e sonolenta povoação cheia de potenciais descobertas – as colinas locais e vales proporcionam excelentes passeios – faz parte do Parque Natural do Vale do Guadiana (assim como Serpa) – a região é o lar da rara cegonha-preta e de outras espécies ameaçadas.

Cegonha Preta

A área mais dramática do Parque é a Cascata do Pulo do Lobo, onde águas do rio Guadiana caem através dum garganta rochosa – fica a uma hora de carro de Mértola pela N246.

Pulo do Lobo

A história de Mértola remonta até à época dos fenícios, quando foi um importante porto fluvial, que foi fortalecido e expandido pelos romanos (como Myrtilis) e mouros (Martulah), antes de ser conquistada por D. Sancho II em 1238.

Castelo de Mértola

 

  • Coordenadas: 37.637963,-7.664679

No alto sempre presente as ruínas dum castelo mouro reutilizado após a conquista cristã como posto estratégico contra potenciais invasões.

Antes de tornar-se domínio dos cristãos, foi domínio de Abu Alcacim Amade ibne Huceine ibne Cassi (Ibn Qasi), mestre do sufismo e inimigo dos Almorávidas do Algarbe Alandalu. Entregou metade da sua riqueza aos pobres e com a outra conquistou Mértola e Silves.  Foi aliado e amigo do primeiro rei de Portugal mas acabou assassinado; traído pelos Almóadas.

O sufismo é a corrente mística do Islão contra o intelectualismo e formalismo do Islão; utilizando cânticos e práticas consideradas ilegais por outras correntes.  Os sufistas não seguiam as regras rígidas de outras correntes islâmicas.

Dom Afonso Henrique, influenciado pelos templários também partilha uma concepção mais mística e espiritual da religião – inexistente nos mais fundamentais Reis da Europa. De modo que tinha aliados mouros, ordens militares cristãos e como gestor das finanças do reino um rabi judeu.

Com a cidade murada ocupando uma área tão pequena, conquistadores sucessivos construíram sobre o que encontraram. Anteriores habitantes islâmicos viviam dentro das muralhas do castelo e, mais tarde, na Mouraria, do lado de fora, que ainda está sendo escavada.

Igreja de Nossa Senhora da Anunciação

A igreja paroquial, no sopé do castelo, Igreja Matriz ou Igreja de Nossa Senhora da Anunciação, começou a sua existência como mesquita – e pouco foi alterada. Suas portas moura arqueadas ainda são visíveis e mantém a Mihrab (área de orações) atrás do altar na parede oriental.

  • Coordenadas: 37.638458,-7.663585

Núcleo Romano

As várias exposições da história da cidade, como o Núcleo Romano mostram as fundações de uma casa romana descoberta sob a Câmara Municipal.

Núcleo Romano
  • Coordenadas: 37.636728, -7.663894

Núcleo de Arte Sacra

O pequeno Museu de Arte Sacra concentra a arte religiosa, nomeadamente os três retábulos da igreja paroquial descreve a expulsão dos mouros por Sancho.

  • Coordenadas: 37.636573, -7.664106

Museu Islâmico

No Museu islâmico estão reunidas as pedras funerárias inscritas, louças e urnas descobertas dentro da Mouraria.

  • Coordenadas: 37.635719, -7.664925

Cooperativa Oficina da Tecelagem

A cooperativa criada para reavivar a indústria de tecelagem tradicional mostra os seus métodos e produtos na Oficina de Tecelagem. Todos estes encontram-se na parte antiga da vila, sinalizada e facilmente identificável.

  • Coordenadas:37.638518, -7.663199

Basílica Paleocristã

A cinco minutos a pé, a Basílica Paleocristã, no Largo do Rossio do Carmo, preserva trinta pedras funerárias numa reconstrução parcial de um templo cristão primitivo. Estes habitantes foram enterrados fora dos muros da cidade, há mais de 1500 anos atrás.

Basílica Paleocristã
  • Coordenadas: 37.640618, -7.661615

Por volta de Mértola

Convento de São Francisco

Atravesse a ponte velha a sul (estrada Vila Real), e são quinze minutos a pé até ao antigo Convento de São Francisco (www.conventomertola.com).

Os proprietários  transformaram-no num retiro artístico, com jardins, santuário de pássaros, e um museu da água demonstrando técnicas históricas de irrigação; há também uma galeria de arte contemporânea na antiga igreja.

Coordenadas: 37.634755, -7.666794

Mina de São Domingos

A Norte da cidade, através da nova ponte, na estrada para Serpa, a 17 km, encontra a Mina de São Domingos.

As minas de cobre foram a principal fonte de emprego da cidade, e até à Segunda Guerra Mundial, detidas por uma empresa britânica que empregava uma força policial privada e tratou os trabalhadores com brutalidade chocante.

Há um hotel e uma praia fluvial atraente no pequeno reservatório, popular nos fins de semana no verão.

  • Coordenadas: 37.672912,-7.496646

Em cerca de vinte minutos de carro para Sul, pela N265, chega ao Pomarão, junto à fronteira espanhola, que era o cais para a linha férrea da Mina de São Domingo, que enchiam os barcos com minério extraído.

Pomarão
  • Coordenadas: 37.556287, -7.524832

Mértola fica a cerca de 50 km de Beja ou Serpa, e apenas 72 km a norte de Vila Real de Santo António, no Algarve, o que significa que vê progressivamente mais tráfego turístico. Se estiver dirigindo-se para o sul não vai querer perder Alcoutim.

Para alojamento, é difícil melhore mais amigável para o orçamento que a Residencial Beira Rio, Rua Dr. Afonso Costa 109, (http://www.beirario.pt/) cujos melhores quartos têm vista directa para o rio.

Um bom pequeno-almoço pode ser consumido no terraço – com estacionamento. Fora da cidade, pode ficar num ambiente rústico de bom gosto no Convento de São Francisco (www.conventomertola.com).

Na Mina de São Domingos, a antiga sede da empresa de mineração foi convertida no Hotel São Domingos (www.hotelsaodomingos.com), cujos todos quartos têm terraço ou varanda com vista para a piscina, jardim ou para a praia fluvial.

  • Coordenadas: 37.670472,-7.502806

Os melhores restaurantes locais estão todos ao longo da Avenida Aureliano Mira Fernandes. Primeira opção é o Alengarve que serve um menu variado a preços razoáveis.

  • Coordenadas: 37.643481,-7.659735

Na cidade velha tem o Migas, um lugar aconchegante.

  • Coordenadas: 37.638982,-7.662615

O que visitar perto:

Alcoutim

Alcoutim tem uma longa história como porto fluvial; o castelo remonta ao século XIV e oferece belas vistas sobre a cidade e o Rio Guadiana

Beja

Na rota para o interior através do sul do Alentejo, Beja aparece como um oásis no meio dos campos de trigo. Com uma posição estratégica no centro das planícies...

São Cucufate

É, um local tranquilo e rural, envolto em jardins paisagísticos de alecrim, tomilho e lavanda, onde a história de três vilas romanas separadas foram reveladas

Alvito

Uma povoação de grande encanto, e onde abunda características manuelinas. É dominado pelo castelo - agora pousada