Açores Grupo Central Praia da Vitória – Ilha Terceira

Praia da Vitória – Ilha Terceira

Em contraste com outras cidades do arquipélago, Praia é sempre aberta e brilhante. Tem uma praça central e rua pedonal comercial.

As extensas planícies desta metade oriental da ilha produziu grandes quantidades de trigo, e a riqueza que foi criada no passado é reflectida em muitas das belas e antigas casas da cidade.

Primeiro, simplesmente chamada de Praia, ganhou statuto de cidade em 1640.

Em 1581, depois de bombardear Angra, uma frota espanhola de dez navios ancorou na Baía da Salga, a sudeste. Foram vistos e o alarme dado, mas cerca de 1 000 Castelhanos haviam já desembarcados.

Depois de uma luta feroz, sem um lado vitorioso, o frade agostiniano teve a ideia de conduzir o gado ao inimigo. Mais de 1 000 animais foram a correr para os espanhóis, que cairam para trás em desordem, foram mortos ou afogados na costa. E assim terminou a Batalha da Salga.

Novamente o combate veio ter com a Praia em 1829, quando a cidade, apoiando a causa liberal, resistiu a tentativa duma frota Absolutista de 21 navios.

Em comemoração, a cidade foi chamada Praia da Vitória em 1837. O aeroporto próximo, Lajes, cobre grande parte do que eram os grandes campos de trigo.

Na praça principal, a Praça Francisco Ornelas da Câmara, encontra a Estátua da Liberdade, erguida no primeiro centenário da 1829 pela batalha ganha pelos liberais.

Com vista para a praça reside a atrativa Câmara Municipal, e mais adiante, na Rua de São Paulo a igreja paroquial, de Santa Cruz. Esta foi fundada por um dos primeiros colonos e tem um portal gótico do século 15 e uma porta lateral Manuelina  do século 16.

Dentro há esculturas, com rica ornamentação dourada e várias obras de arte. Mais adiante, na mesma rua, à esquerda, encontra a casa onde o escritor Vitorino Nemésio (1901-1978) nasceu.

Ocupou diversos cargos académicos em Lisboa, romancista, poeta e personalidade popular da televisão.

Na direção oposta, em direção à extremidade da pedonal Rua de Jesus, fica o mercado da cidade, construído no último trimestre do século 19.

Como alternativa, no sentido oposto, tome a Rua da Alfândega, que o leva até à praia e ao longo da nova marina. A longa praia de areia na Praia da Vitória é popular, como é a mais pequena do outro lado da marina.

 

Porto Martins

A área foi outrora coberta de vinhas, dos quais ainda existem alguns pequenos traços, mas agora existem muitas novas casas, casas de férias para pessoas em Praia da Vitória. Perto do porto existe uma piscina natural e restaurante.

 

São Sebastião

Igreja São Sebastião
Igreja São Sebastião

A igreja paroquial do século 15 tem características internas interessantes, incluindo afrescos nas paredes e incomuns tectos, e na praça em frente encontra um monumento à Batalha da Salga.

 

Serra do Cume
Miradouro Serra do Cume
Miradouro Serra do Cume

Se tiver tempo, vale a pena fazer a viagem conduzir ao longo desta colina; o ponto mais alto é a 545 metros com  a vista de pequenos ricos campos, cercados por muros de pedra e hortênsias, e do porto da Praia.

Por detrás tem a visão da maior área plana em todos os Açores, situada entre a Serra do Cume e a Serra da Ribeirinha  – nordeste de Angra.

Mais Sobre a Ilha Terceira

Dada a sua configuração renascentista é difícil não voltar aos tempos em que Angra era o centro do universo Atlântico. Negociatas e tesouros se reuniram ou passaram por aqui, tanto das Índias Orientais como do Novo Mundo.
Apenas 3 km oeste de Angra encontra a vila bonita e um dos portos de pesca mais importantes dos Açores. Entre as 16h00 e as 17h00, os barcos desembarcam para vender peixe no cais.