Início Portugal Madeira Área Ocidental da Ilha da Madeira

Área Ocidental da Ilha da Madeira

São Vicente

De Seixal a São Vicente são meros dez minutos, e é uma paragem muito popular na costa norte da Madeira. O centro é completamente pedonal, ladeado por flores e por cafés que rodeiam a igreja barroca, dedicada a São Vicente (século XVII).

  • Coordenadas: 32.803095, -17.046462

Dentro da Igreja Matriz de São Vicente, o teto exibe uma uma pintura de São Vicente – o santo padroeiro de Lisboa – e as paredes ostentam belos azulejos. De frente para a igreja encontra a praça pavimentada, cercada por palmeiras.

  • Coordenadas: 32.803710, -17.047077
Na costa de São Vicente emerge uma linha de restaurantes e lojas de frente para uma praia rochosa popular entre surfistas: o mar aqui é geralmente perigoso para a natação. De frente para ao mar, perto duma ponta, avista a Capela São Roque.
  • Coordenadas: 32.808679, -17.047876

Entre a igreja e Capela de São Roque fica a Taberna São Vicente (estrada regional 104), restaurante acolhedor de decoração rústica com vários saborosos pratos típicos da comida madeirense e portuguesa, reputado pela versão local da francesinha portuense – a Vicentina.

  • Coordenadas: 32.807315, -17.047581

Seguindo sobre a ponte para leste, está a um minuto das Piscinas Calamar, de água salgada e com escadas para o mar, de frente para do Restaurante Calamar. As piscinas ficam muito animadas nos fins de semana no verão.

  • Coordenadas: 32.811559, -17.044181

Subindo para norte da igreja matriz de São Vicente, não tarda numa colina a distinta Capelinha de Nossa Senhora de Fátima (1953) rodeadas por montanhas.

  • Coordenadas: 32.796790, -17.037370

As Grutas de São Vicente ficam apenas a 2 Km da Capelinha da Nossa Senhora de Fátima.

Grutas de São Vicente e o Centro de Interpretação

As Grutas de São Vicente são umas séries de cavernas subterrâneas comoventes. A entrada fica perto dum parque de estacionamento perto da estrada.

As cavernas foram criadas por gases vulcânicos durante a última erupção da Madeira; a maior caverna tem perto de 1 km de comprimento. A água escorre lentamente através da rocha porosa e forma uma série de piscinas naturais.

O café e o espaço de exposição na receção ajudam a preencher o tempo enquanto espera pela próxima sessão.

  • Coordenadas: 32.797572, -17.042076

As cavernas foram consideravelmente alteradas desde que James Johnson tropeçou sobre elas em 1855 – agora anda confortavelmente acompanhado por música ambiente. O passeio termina no Centro da Interpretação onde é-lhe apresentado um vídeo interessante sobre o passado vulcânico da Madeira. Pode ser transportado num elevador para o “centro da terra”, uma sala de espelhos mostrando uma réplica do núcleo da terra.

De São Vicente, donde tem acesso à estrada VE4 que atravessa o interior da ilha até à costa sul – no total são 40 minutos até ao Funchal.

O que visitar perto:

Funchal (Madeira)

Na Avenida Arriaga encontra o Monumento a João Gonçalves Zarco, descobridor da Madeira. João Gonçalves, cavaleiro do Infante de Dom Henrique

Área Oriental da Ilha da Madeira

Ligado pela estrada da costa-sul, inaugurada em 2000, o sudeste da Madeira tem dois resorts modernos em Garajau e Caniço de Baixo...

Ilha do Porto Santo (Madeira)

A pequena ilha de Porto Santo, 11 km de comprimento e 6 km de largura, fica a 75 km de distância da ilha da Madeira.