Alentejo Alto Alentejo Elvas (Alentejo)

Elvas (Alentejo)

  • Coordenadas:38.873047,-7.158536

A cerca de 10 minutos para sul, pela avenida de Badajoz/N4 encontra o Forte de Santa Luzia, que fazia parte da defesa da praça-forte Elvas. Em meados de 2014, o forte de Santa Luzia foi convertido num museu militar.

Foi a 1.º a ser concluído do sistema de fortificações que distingue a cidade de Elvas. Os montes próximos das praças eram ocupados por fortificações portuguesas de forma a evitar que o inimigo tomasse pontos estratégicos e, com as suas peças de artilharia, disparasse em direção ao forte.

Todas as fortificações à volta de Elvas têm essa lógica de defesa. A própria geometria do forte tem a ver com a potência da artilharia. A partir do século XVI, muros altos e perpendiculares ao chão não resistiam à artilharia – a geometria escolhida retira força de propagação da energia resultante do impacto sobre os muros.

Forte de Nossa Senhora da Graça

  • Coordenadas: 38.894579, -7.164284

Para Norte, cerca de 10 minutos pela N246, chega ao Forte de Nossa Senhora da Graça. Jamais algum invasor conseguir chegar ao reduto central do forte da Graça. O engenheiro francês Valleré, ao serviço de Portugal, inventou um canhão que disparava para baixo – inédito e era ideal para a posição do Forte.

Até chegar ao reduto central existiam diversas armadilhas, grades que caiam, canhões escondidos. Na área norte exterior ao Forte situava as covas do lobo – uma técnica de defesa que consistia em buracos tapados com colmo e palha e que tinham um grande espigão no interior.

A atraente Elvas fica cerca de 40 km (meia hora de carro) de Estremoz, Vila Viçosa e Portalegre, e cerca de 80 km (uma hora) de Évora. Foi dos mais importantes postos fronteiriços de Portugal e a resposta à fortaleza espanhola de Badajoz – 15 km para leste do Rio Guadiana.

Marvão (Alentejo)

A vista panorâmica é incomparável e a atmosfera é ainda mais silenciosa que uma população inferior a mil pessoas poderia sugerir.

Castelo de Vide (Alentejo)

Castelo de Vide cobre as encostas em torno de um castelo do século XIV, onde as casas brancas contrastam brilhantemente com a vegetação ao redor.

Crato e arredores (Alentejo)

A Vila de Crato, que fundada em 1232, foi doada por D. João II à Ordem do Hospital, com uma óptima pousada fora do povoamento para norte- Flor da Rosa.

Portalegre (Alentejo)

Uma cidade atraente dotada dum antigo bairro tipicamente caiado - três torres e alguns troços da muralha que permanecem da fortificação do século XIII.