Portugal Área Metropolitana de Lisboa Península de Setúbal

Península de Setúbal

Cerca de 50 km para sul de Lisboa, cerca de 40 minutos de Fonte da Telha (pela A2), Setúbal é o terceiro porto de Portugal. Vale a pena parar pela notável Igreja de Jesus e apreciar a vista do Castelo de São Filipe.

Igreja de Jesus

O maior monumento de Setúbal é a Igreja de Jesus desenhada por Diogo Boitaca e, possivelmente, o primeiro dos edifícios manuelinos, uma estrutura gótica com uma enorme porta, extravagante.

O seu interior foi transformado pelo francês Diogo Boitaca, que introduziu pilares fantásticos. As superfícies de granito dos pilares contrastam com a delicadeza dos azulejos azuis e brancos em torno do altar – adicionados no século XVII.

  • Coordenadas: 38.525951,-8.894801

O Convento de Jesus, adjacente, é agora o Museu de Setúbal contendo tesouros da igreja e da cidade.

Forte de São Felipe

O Forte de São Felipe, sinalizado para fora da extremidade ocidental da Avenida Luisa Todi, fica a meia hora de caminhada.

Construído sob as ordens do rei espanhol Felipe II em 1590, é uma grande estrutura, que abriga uma capela forrada de azulejos e protegida por uma altura avassaladora.

  • Coordenadas: 38.517673,-8.909381

Reza a lenda que uma série de túneis secretos liga o castelo à costa. Parte do castelo é agora uma pousada, mas as muralhas e bar estão abertos para não-hóspedes – com soberbas vistas sobre a foz do estuário do Sado e a península de Tróia.

Casa do Corpo Santo

Na cidade as ruas pedonais ao redor da Rua Álvaro Castelões são bonitas. No Largo do Corpo Santo, pode visitar a Casa do Corpo Santo construída em 1714 como parte do palácio da família Cabedo e mais tarde usado como fraternidade do pescador.

O piso superior tem um tecto pintado, barroco, capela e paredes adornadas em azulejos excelentes que mostram cenas de São Pedro, padroeiro dos pescadores.

  • Coordenadas: 38.524682,-8.887862

Museu de Arqueologia

No Museu de Arqueologia, Avenida Luísa Todi 162, encontra achados da idade romana da região em conjunto com alguns barcos e artesanato local. O centro regional de turismo nas proximidades mantém as bases duma fábrica romana de conservação dos peixes debaixo do seu piso de vidro.

  • Coordenadas: 38.523144,-8.889026

Museu Michel Giacometti

A dez a quinze minutos para leste ao longo da Rua Arronches Junqueiro encontra o Museu Michel Giacometti, no Largo Defensores da República um museu de técnicas agrícolas e comerciais recolhidas por um etnólogo corso.

  • Coordenadas:  38.523203,-8.886446

As praias são alcançáveis por ferry e encontram-se na Península de Tróia, uma grande língua de areia no estuário do Sado. A península foi colonizada pelos fenícios e, posteriormente, por romanos, cuja a cidade de Cetóbriga parece ter sido destruída por uma onda no quinto século.

Originalmente um deserto de areia e flores silvestres, Tróia agora é um resort bem desenvolvido com o seu próprio campo de golfe e casino. Os ferry partem diariamente de Setúbal; espere longas filas de carros no verão.

Ferry entre Setúbal e Tróia
Ferry entre Setúbal e Tróia
  • Coordenadas da Estação de Ferry em Setúbal: 38.520657,-8.889303

  • Coordenadas: 38.566111,-8.901111

A pequena Palmela, 10 km a norte de Setúbal (pela N252), vale uma visita rápida para as vistas do seu castelo medieval, que num dia claro avista Lisboa. O maior evento anual da cidade: a Festa das Vindimas em Setembro, comemora o primeiro dia de vindima do ano, com procissões, fogos de artifício, uva-pisada e corrida de touros.

Uma vez a sede da Ordem de Santiago, o convento no castelo foi restaurado e ampliado numa pousada, (www.pousadas.pt). Recentemente renovado, é um lugar fabuloso para ficar, incorporando os claustros originais da concepção e proporcionando uma vista panorâmica de todos os pontos.

O castelo também incorpora uma fileira de lojas de artesanato que vendem queijo e os vinhos locais, além de um café e museu que abriga uma pequena colecção de restos arqueológicos dos mouros.