Início Alentejo Alentejo Central Évora (Alentejo)

Évora (Alentejo)

  • Coordenadas: 38.567705,-7.909175

O persistente Palácio de Dom Manuel, foi erguido no tempo Rei Afonso V (século XV) – Filipe III de Espanha terá ordenado a sua destruição (século XVII). Fica a 500 metros da Capela de Ossos e faz parte do jardim público.

Aqui Vasco da Gama recebe, orgulhosamente, a comissão que muda a sua vida ao descobrir o caminho marítimo para a Índia (1497). Desde o início este era o desígnio da sua família.

Um dos últimos atos do Dom João II foi a aprovação da viagem e entrega-a ao experiente cavaleiro Estêvão da Gama (o pai do Vasco da Gama). Contudo, o rei e o cavaleiro falecem antes que a expedição estivesse pronta.

O novo rei, Dom Manuel, nomeará o jovem cavaleiro da Ordem de Cristo (sucessores dos templários em Portugal) Vasco da Gama como o novo líder da missão. Terá a seu lado o seu irmão mais velho, Paulo, ambos determinados a concluir o compromisso de seu pai.

Foi uma tarefa hercúlea; 70% da tripulação será sacrificada, inclusive Paulo da Gama que morre com apenas 34 anos, mas de missão cumprida, pois falece após a guarnição avistar terras portuguesas.

A estátua do arcanjo de São Rafael, da Nau de Paulo da Gama (está no Museu da Marinha em Belém) tinha um enorme valor para Vasco que a manteve sempre próxima de si.

Curiosamente o filho de Vasco, Cristóvão, nasceu em Évora e também navegou meio mundo. Liderou 400 portugueses contra o vasto exército muçulmano de Ahmad ibn Ibrahim al-Ghazi que ameaçava a aliada Etiópia cristã.

Cristovão da Gama no Padrão dos Descobrimentos, em Belém
Cristóvão da Gama no Padrão dos Descobrimentos, em Belém

Na Etiópia ainda hoje nos narram o conflito com emoção: Ahmad fez o primeiro contacto e exige a Cristóvão que saia de Etiópia oferecendo um hábito de monge para o ridicularizar.

Cristóvão responde que verá o que os portugueses valem e como prenda dá um par de pinças e espelho – que é como quem diz que são efeminados ao pé dos seus.

Duas batalhas se seguem e duas vitórias – os portugueses acreditam se no fim tivessem 100 cavalos a vitória seria completa. Todavia, Ahmad recebe reforços turcos e árabes – inevitavelmente os portugueses são derrotados na Batalha de Wofla.

Cristóvão é torturado para se converter. Como tal não acontece, Ahmad acaba por decapitá-lo. O que resta dos portugueses vinga a morte de Cristovão ao eliminar Ahmad ibn Ibrahim al-Ghazi e a ameaça que pairava sobre a Etiópia.

No Padrão dos Descobrimentos (Belém) estão representados 3 Gamas: Vasco, Cristóvão e Estevão – outro filho de Vasco da Gama que planeou a campanha vitoriosa contra os turcos otomanos no mar vermelho.

 

 

  • Coordenadas: 38.557526,-8.061114

Na Península Ibérica, o mais impressionante círculo de pedra encontra-se a oeste de Évora, perto da pequena aldeia de Guadalupe – a meia hora de carro é o segundo maior cromeleque da Europa.

O mais famoso do mundo é o Stonehenge em Wiltshire (Reino Unido), que data 2500 Antes de Cristo. O Cromeleque dos Almendres data de 4500 Antes de Cristo – são 94 monólitos descobertos pelo investigador Henrique Leonor Pina (1964).

Situa-se no topo da Serra do Monfurado oferecendo uma vista privilegiada sobre a cidade de Évora. A sua localização não é casual, são sempre construídos no início duma descida de uma lomba e orientados a nascente.

A linha que divide estes sítios a meio está sempre orientada ao local onde o sol nasce durante os equinócios. Para chegar de Évora, tome a N114 em direção a Montemor / Lisboa e siga os sinais para Guadalupe.

 

Será guiado ao longo duma estrada de terra (em grande parte plana), até ao Menir dos Almendres, dista somente 2 km.

Menir dos Almendres
  • Coordenadas: 38.563999, -8.048307

Uma pedra de 3 metros de altura que, apesar da óbvia origem no Neolítico, é alvo duma lenda como sendo o local do túmulo duma princesa moura que aparece uma vez por ano na véspera de São João.

 

  • Coordenadas: 38.539222,-8.014364

Zambujeiro é a maior anta do país; oito pedras de pé se inclinam para dentro, para formar uma câmara de oito metros de altura, com um diâmetro de seis metros.

O ponto crucial da própria câmara é vedada por razões de segurança, mas os doze metros de comprimento de corredor ainda estão, em grande parte, intactos.

Viana do Alentejo (Alentejo)

É um típica povoação do sul alentejano - que preserva um castelo, de influência mudéjar e manuelina. As paredes foram construídas sobre um plano pentagonal, por D. Dinis em 1313

Reguengos de Monsaraz (Alentejo)

A pequena povoação de Reguengos de Monsaraz, a cerca de 40 quilómetros a partir de Évora ou Estremoz, é conhecida pelos excelentes vinhos locais, e poderá visitar as adegas fora da cidade

Vila Viçosa (Alentejo)

É uma povoação bonita, dominada inteiramente pelo palácio - e pelos autocarros de turistas que descem sobre o palácio para uma visita rápida. É realmente um lugar agradável para passar a noite

Estremoz (Alentejo)

Estremoz é certamente a melhor base para explorar esta região de mármore, por causa do número e qualidade de alojamentos e restaurantes. O palácio de Dom Dinis é agora uma pousada

Montemor-O-Novo (Alentejo)

Vale a pena exporar a parte velha, encimada por um castelo onde Vasco da Gama finalizou os seus planos para o caminho marítimo para a Índia