Alentejo Alentejo Central Montemor-O-Novo

Montemor-O-Novo

A 30 km noroeste de Évora, ao longo da N114, fica a sonolenta cidade de Montemor-o-Novo, local de nascimento de João Cidade (1495), eternizado como São João de Deus, o santo padroeiro dos doentes.

Montemor-o-Novo fica a 20 minutos de carro de Arraiolos (23 Km para Nordeste pela N4), meia hora de Évora (para Sul pela N114), a quarenta minutos de Alcácer do Sal (45 Km para Sudoeste pela N253), a um hora de Setúbal (para Oeste pela A6 e A2) e de Estremoz (pela A6).

Estátua de São João de Deus

No seio da cidade, no terreiro de São João de Deus, há uma estátua em tamanho real no local onde nasceu. Carrega um moribundo – algo que ele fez muitas vezes.

Estátua de João de Deus
  • Coordenadas: 38.645567, -8.215467

Houve uma vez em Granada que acharam que ele era doido, e meteram-no num hospício – e aí assistiu à crueldade com que eram tratados os doentes.

Ao sair consagrou-se a tratar os doentes de forma carinhosa e criou um hospital – ainda vivo já tinha fama de Santo em Granada. O Papa Leão XIII designou-o o Patrono dos Hospitais e dos Doentes em todo o Mundo.

São João de Deus
São João de Deus

Castelo de Montemor-O-Novo – Paço de Alcaide

Vale a pena explorar a parte velha de Montemor-o-Novo com ruas e casarões, encimada pelo Paço de Alcaide  – local onde Vasco da Gama finalizou os planos para o caminho marítimo para a Índia.

  • Coordenadas: 38.641544, -8.217894

O Paço do Alcaide – agora  uma mera sombra do que foi – era o sítio donde se instalavam os Reis de Portugal quando vinham a Montemor-o-Novo.

Igreja de São Tiago

Ainda dentro das muralhas, dentro da mais antiga igreja de Montemor-o-novo, a Igreja de São Tiago (século XIV), reside o Centro Interpretativo do Castelo  – local ideal para conhecer melhor a história e evolução da povoação.

  • Coordenadas: 38.642532, -8.214800

Convento da Nossa Senhora Saudação

Também dentro das muralhas, fica o Convento da Nossa Senhora Saudação, do início do século XVI (com alterações durante o século XIX), encontra algumas pistas para este período, na entrada principal e na “Porta das Freiras”, ambos são encimados por uma esfera armilar, símbolo pessoal de Manuel I, glorificando a proeza marítima de Portugal.

Convento de Nossa Senhora da Saudação
  • Coordenadas: 38.642727, -8.215798

Actualmente é um espaço cultural, para música, dança e exposições – normalmente só acede ao interior durante estas actividades.

O castelo e as velhas torres demarcam a antiga vila de Montemor-o-novo, que teve foral no século XIII. Quando Rei Dom Sancho I mandou povoar Montemor-o-novo, o lugar fazia fronteira com terras dos Mouros, dai ser protegida por uma enorme cintura de muralhas.

Castelo Montemor-o-Novo
Castelo Montemor-o-Novo
  • Coordenadas: 38.641604,-8.217795

Fora da muralha, espalha-se a povoação de casas modernas e a actual cidade de Montemor-o-novo. Há um par de cafés e tascas na parte velha, e restaurantes na parte nova de Montemor, alinhados ao longo da rua principal.

Igreja da Santa Casa da Misericórdia

Do castelo é uma caminhada de 10 minutos para a cidade, até ao Terreiro de São João de Deus – donde se situa a igreja matriz – a Igreja da Santa Casa da Misericórdia  erguida no século XV. Apesar das várias obras de renovação ainda mantém o seu portal Manuelino.

  • Coordenadas:  38.645573, -8.216188

Igreja do Calvário

Na Travessa do Calvário, da Igreja da Misericórdia são cinco minutos a pé (direcção ao Jardim Público), até à Igreja do Calvário, inicialmente uma pequena ermida do século XVI, e desde então ampliada – seu exterior data do século XVIII.

Na sacristia as paredes estão revestidas de azulejos azuis e brancos do inicio do século XVIII. Para além do sumptuoso púlpito e painéis de azulejos, há uma pintura do Artista açoriano Domingos Rebelo de meados da década 50 do século XX.

  • Coordenadas: 38.646544, -8.213179

Convento de São Domingos

Se seguir para sul, em direcção à Rua de São Domingos, em apenas cinco minutos chega  ao Convento de São Domingos (século XVI), com lindos azulejos policromos do século XVII na nave da igreja e capela-mor.

É a casa do Núcleo Museológico com artigos de arte litúrgica, de arqueologia (cerâmica e ferramentas) e exposição sobre a tradição das touradas em Montemor. A tourada como evento não agrada a muitos, mas em Montemor há registos de touradas desde o século XV.

  • Coordenadas: 38.643471, -8.213031

Praça de Toiros

A Praça de toiros em Montemor fica a 200 metros do Convento de São Domingos, pela Rua do Matadouro.  No século XIX foi criada uma pequena arena, no local onde se encontra o actual, que foi renovado em 1982 – com capacidade para 3.000.

Praça de Toiros

Normalmente ocorrem entre final de Abril e início de Setembro.

  • Coordenadas: 38.643901, -8.211191

Piscinas Municipais

Montemor fica a uma hora da costa e com temperaturas que chega, por vezes, superiores a quarenta graus – as piscinas municipais ao ar livre tornam-se um oásis dos mais jovens na cidade; com uma piscina de tamanho normal e uma piscina infantil rodeadas por uma varredura de relva convidativa para se deitar.

Normalmente as piscinas estão abertas de Julho a Agosto, e situam-se a cerca de 500 metros, em linha recta, da Praça de Touros e Convento São Domingos – pela Rua do Matadouro e Rua da Janelinha.

  • Coordenadas:  38.650960, -8.210230

Santuário de Nossa Senhora da Visitação

Das piscinas municipais ao Santuário de Nossa Senhora da Visitação, são cerca de cinco minutos de carro, pela Rua de Nossa Senhora da Visitação até à mais alta das colinas – a nordeste de Montemor-o-Novo.

A capela é do período manuelino, patente no portal de pedra modelado – inícios do século XVI. As paredes internas ostentam painéis de azulejos do século XVIII com cenas da vida de Maria. A sacristia contém cerca de centenas ex-votos deixados pelos peregrinos na Sacristia ao longo dos séculos. O mais antigo é de 1799.

  • Coordenadas: 38.656279, -8.203856

Grutas do Escoural

Grutas do Escoral
Grutas do Escoral
  • Coordenadas: 38.544438,-8.13767

A 12 km para o sul pela N2 encontra as Grutas do Escoural, um sistema de cavernas descoberto em 1963 que apresentem indícios de habitação humana durante os últimos 50.000 anos, que teria usado as cavernas como abrigo.

Há cerca de 30.000 anos iniciou a arte rupestre primitiva nas paredes, e em tempos neolíticos (5000 Antes de Cristo) foram utilizadas como local de sepultamento.

As cavernas são a 2,5 km a leste (da pequena aldeia de Santiago do Escoural, onde um museu local tem algumas fotografias.

Capela na Anta de São Brissos

A cinco minutos da Gruta de Escoural, para Sul pela M370, a Capela na Anta de São Brissos é uma capela do século XVII em nome da Nossa Senhora do Livramento, e tem a particularidade de ter sido erguida num dólmen com cerca de 5.000 anos de idade, que compõe sua capela-mor.

  • Coordenadas: 38.524572, -8.129749

O que visitar perto:

Alcácer do Sal

É dos portos mais antigos de Portugal, fundada por fenícios e foi uma capital regional sob os mouros – daí o seu nome (al-Ksar, a cidade).

Arraiolos

Arraiolos, a 21km norte de Évora, é famosa pelos soberbos tapetes feitos à mão desde o século XIII. Têm sido valorizados durante séculos...

Évora

Évora é uma das cidades mais impressionantes e agradáveis em Portugal, recheada de monumentos memoráveis sob protecção da UNESCO. Com um templo romano, ruas mouriscas, um circuito de muralhas medievais e um grandioso conjunto de mansões do século XVI.

Estremoz

Estremoz é certamente a melhor base para explorar esta região de mármore, por causa do número e qualidade de alojamentos e restaurantes. O palácio de Dom Dinis é agora uma pousada

Vila Viçosa

É uma povoação bonita, dominada inteiramente pelo palácio - e pelos autocarros de turistas que descem sobre o palácio para uma visita rápida. É realmente um lugar agradável para passar a noite