Açores Grupo Oriental Ponta Delgada (Açores)

Ponta Delgada (Açores)

Ponta Delgada, nostálgica, é a maior cidade dos Açores. Como todas as grandes paixões, é na sua ausência que lhe damos o devido valor.

No centro do concelho (http://www.cm-pontadelgada.pt/) abundam importantes testemunhos arquitetónicos, contidos em ruas estreitas e planas – ofuscados por todo o natural esplendor que a ilha nos revela. Na fachada dos edifícios impera a rocha escura (basalto).

 

Arcos da Cidade

  • Coordenadas: 37.739479, -25.668426

Do aeroporto ao centro da cidade são 10 minutos. O centro começa na Praça Gonçalo Velho Cabral – vai encontrar três arcos (1783) – os portões originais conhecidos como Portas da Cidade. No passado ficava ao pé do porto.

A estátua no centro homenageia o cavaleiro da Ordem de Cristo, creditado como 1.º capitão do donatário da ilha de São Miguel e Santa Maria – Gonçalo Velho.

Praça Gonçalo Velho Cabral 
Praça Gonçalo Velho Cabral

Foi comendador de Almourol (Santarém) e do seu invicto castelo – parte do sistema defensivo de Tomar – a sede da Ordem Militar de Cristo. O Infante Dom Henrique deu-lhe a missão de explorar a área da Ilha de São Miguel e de Santa Maria.

Câmara Municipal
Câmara Municipal

Perto, encontra a praça do município e, por detrás do espelho d’água e da estátua do Arcanjo Miguel, o edifício barroco da Câmara (século XVII).

 

  • Coordenadas: 37.740021,-25.668439

Por detrás da praça, fica o Café Central e a Igreja da Matriz de São Sebastião, (século XVI) de bela portada em estilo manuelino. O patrono da cidade (São Sebastião) foi um mártir cristão romano do período do imperador Diocleciano.

Subindo a Rua Hintze Ribeiro, cerca de 150 metros, encontra o Restaurante Alcides, com excelente relação preço-qualidade.

  • Coordenadas: 37.741026, -25.668759

O Bife à Alcides, com ovo, pimenta da terra e alho (servido com batata frita caseira) é creditado como a origem do bife regional. Desde então vários enriqueceram a sua confeção, mas este continua a ser um dos melhores.