Açores Grupo Ocidental Ilha das Flores (Açores)

Ilha das Flores (Açores)

(45 minutos até ao Aeroporto da Horta)

A ilha das Flores foi classificada como Reserva da Biosfera da UNESCO e vale bem o esforço para lá chegar – Flores e Corvo (Grupo Ocidental) são as ilhas açorianas mais distantes da Europa.

Para chegar a Flores, a ilha mais ocidental da Europa, terá de fazer escala na Ilha de São Miguel, Faial ou Terceira, através da companhia açoriana SATA.

Uma viagem de 3 dias é suficiente para conhecer a ilha, mas vai querer ficar mais tempo. Em todo o caso, certifique-se que tem dias de folga para gerir potenciais voos adiados – Flores é a ilha com maior precipitação nos Açores, sobretudo fora dos meses de verão.

A melhor altura para visitar é em meados de julho até fins de agosto. Apesar da sua reduzida dimensão, 17 km de comprimento e 12,5 km de largura, oferece picos, vales, lagoas, cascatas, penhascos íngremes, enfim, de enorme riqueza paisagística.

 

Sob um planalto que culmina numa falésia da costa este, Santa Cruz é, desde o século XVI, o principal povoamento da ilha.

  • Coordenadas: 39.459120, -31.131070

O aeroporto fica ao pé da vila, um pequeno aeroporto que serviu a base militar francesa (de 1966 a 1993) – tem voos diretos para São Miguel, Terceira, Faial e Corvo. No interior encontra serviço de câmbio e algumas agências de aluguer de automóvel.

Uma boa opção de alojamento fica apenas a 1 km do Aeroporto, Casas da Quinta na rua de São Pedro – casa bem equipada num ambiente muito tranquilo onde é bem recebido.

  • Coordenadas: 39.456721, -31.135262

Ao deslocar-se para o centro da vila, encontra a norte o Miradouro da Costa Nordeste, um excelente mirante para os dramáticos penhascos que desafiam o mar.

  • Coordenadas: 39.462388, -31.132512 

Perto está o Museu da Fábrica da Baleia do Boqueirão. No início do século XX a Empresa de Pesca da Baleia Esperança iniciou a sua atividade e a fábrica surgiu em 1944. A vila era o centro baleeiro das Flores até meados da década de 80, quando a caça à baleia foi banida.

  • Coordenadas: 39.462914, -31.130057 
Desde o século XVIII que embarcações americanas caçavam cachalotes nos Açores, e muitos habitantes foram recrutados como baleeiros. O baleeiro americano, Wanderer, operou na costa de Flores entre 1878 e 1924.

Por cerca de 3 euros, tem acesso ao interior do museu que narra a história deste antigo centro baleeiro. As baleias eram transportadas do porto do Boqueirão até à fábrica, para o processo da transformação dos cachalotes e extração do óleo da baleia e derivados.

De frente para o museu, fica o Hotel INATEL Flores, de cómodos quartos com varanda e vista para o mar; com piscina descoberta, sala de jogos e uma pequena sala de ginástica. Com atendimento simpático e bom pequeno-almoço buffet.

  • Coordenadas: 39.462995, -31.130275

O antigo porto utilizado para a caça à baleia é agora a agradável Zona Balnear de Boqueirão, piscinas naturais que, no verão, recompensam plenamente a sua visita.

  • Coordenadas: 39.463397, -31.128711 

Hoje em dia, felizmente, a principal indústria é a de laticínios. Em Santa Cruz é produzido o Queijo Ilha Uniflores e Manteiga Artesanal, que é, para muitos, a melhor que já provaram.

Para sul, 500 metros, encontra outra área de banhos (não vigiada) a Poça das Salemas – se puder trazer uma máscara de mergulho vale a pena para se maravilhar com os vários pequenos peixes – parecem pouco impressionados com a nossa presença.

Poça das Salemas
  • Coordenadas: 39.461698, -31.126836

Ao continuar para Sul, na avenida dos baleeiros, chega às Piscinas Naturais de Santa Cruz das Flores de águas calmas e com chuveiros. Na proximidade encontra um bom café e um parque de campismo.

  • Coordenadas: 39.458489, -31.125984