Açores Grupo Central Angra do Heroísmo – Ilha Terceira (Açores)

Angra do Heroísmo – Ilha Terceira (Açores)

O centro do concelho de Angra de Heroísmo (http://www.cmah.pt/) fica a meia hora do Aeroporto das Lajes e foi a cidade mais importante nos Açores até ser usurpada por Ponta Delgada. A configuração renascentista de Angra recorda-nos que foi centro de negociatas e tesouros, quer das Índias como do Novo Mundo.

Próximo da sua baía há cerca de 80 naufrágios, o mais antigo de 1543 – os tesouros que nos esconde são incalculáveis… No centro encontra a praça velha, com a câmara municipal, do século XIX – tem dos melhores salões em Portugal.

O salão está muito ligado ao período conturbado do século XIX que levou à independência brasileira e à guerra civil portuguesa, com vários elementos deste período.

No centro histórico ocorre a maior festa não religiosa dos Açores – Sanjoaninas (em finais de junho) – remontam ao século XVI. O Cortejo da Rainha das Festas dá o arranque que se prolonga por 1 semana – noites em que os terceirenses vivem com mais alegria.

Sanjoaninas

O tema da festa diverge de ano para ano – ultimamente são recordados momentos em que a ilha teve papel preponderante na história portuguesa. Vários espetáculos, música e de interesse popular ocorrem na cidade, inclusive touradas à corda.

  • Coordenadas: 38.656801, -27.216585

Muito perto está o Museu da Angra de Heroísmo (Ladeira de São Francisco), no antigo Convento de São Francisco (século XVII) – uma notável coleção náutica, militar e de belas-artes. A entrada custa cerca de 2 euros.

Igreja da Nossa Senhora da Guia

Tem acesso à Igreja da Nossa Senhora da Guia, onde está sepultado o irmão mais velho de Vasco da Gama que regressava da 1.ª viagem marítima à Índia (1499).

Na sua maior aventura o jovem (29 anos) Cavaleiro da Ordem de Cristo Vasco da Gama foi escoltado por Paulo da Gama, que comanda a Nau São Rafael (o anjo que estava como figura de proa da sua embarcação pode ser visto no Museu da Marinha em Belém).

Vasco da Gama ficou perturbadíssimo com a sua morte, pernoitando, bastante tempo, em Angra antes de contar o seu sucesso a Dom Manuel I – duma guarnição de cerca de 170 pessoas, morreram 116 pessoas nesta 1.ª viagem.

  • Coordenadas: 38.656931, -27.215806

Mesmo ao lado do Convento, encontra o Hotel Cruzeiro (Rua Nova) – de decoração original tem os melhores quartos no centro da cidade.

  • Coordenadas: 38.655839, -27.221072

A cerca de 500 metros para sudoeste, encontra a Igreja Santíssimo Salvador da Sé, fundada em 1570, com belos painéis do século XVI, estilo indo-português com jacarandá brasileira e marfim de baleia – o altar é de inícios do século XVIII.

A igreja foi concluída em 1618, quando Angra estava sob domínio espanhol, de modo que também é influenciada pelo estilo barroco espanhol. Sofreu com o sismo de 1980, e mais tarde se deu a derrocada da torre do lado direito. Posteriormente houve um incêndio na igreja – tudo que era telha dourada ardeu.

  • Coordenadas: 38.654908, -27.221250

A cerca de 100 metros, na Rua da Rosa, fica o Palácio de Bettencourt, século XVII de estilo barroco – acima do pórtico está o brasão da família (originários de Normandia e de Jehan de Bethancourt que iniciou a conquista das ilhas Canárias). É agora uma biblioteca.

João de Bettencourt de Vasconcelos, da Ordem de Cristo, apoiou Filipe II de Espanha; por isso foi executado. No século XVII, outro João de Bettencourt será um dos líderes que tomam a Fortaleza de São Filipe para a restauração da independência portuguesa.

Convento de São Gonçalo 

Do outro canto encontra o antigo Palácio Episcopal datado de 1544 e seguindo ao longo da Rua da Rosa, encontra os muros do Convento de São Gonçalo (1545) da Ordem de Santa Clara.

  • Coordenadas: 38.656805, -27.220472

Da Sé, são 300 metros pela Rua da Esperança até ao edifício Palácio dos Capitães Generais – antigo colégio jesuíta. O governador da ilha modificou-o durante o século XVIII, transformando-o num palácio. Dois Reis ficaram aqui: Dom Pedro IV (1832) e Dom Carlos I (1901). Aberto a visitantes (custa cerca de dois euros) com um bonito jardim.

  • Coordenadas: 38.656784, -27.219225

Continuando pela rua da Esperança, avista o belo Jardim do Duque da Terceira (acesso gratuito) em homenagem ao General António de Noronha – herói das guerras liberais que Dom Pedro V via como segundo pai. O jardim é dotado duma beleza singular, árvores centenárias e formosas flores que nos inspiram.

Suba os degraus até ao íngreme Outeiro da Memória, também conhecido como Alto da Memória, local da 1.ª fortaleza dos Açores (1474). A sua recompensa será as belas vistas de Angra e Monte Brasil. O enorme obelisco que encontra é uma homenagem a Dom Pedro IV (século XIX) – de clara influência maçónica.