Algarve A Oeste de Faro Serra de Monchique

Serra de Monchique

Esta área carrega o peso dos incêndios de verão que anualmente ocorrem, mas geralmente a floresta rapidamente recupera e é ideal para caminhadas num mar de montanhas, a poucos quilómetros das praias do Atlântico.

Os Ciclistas e condutores têm a opção de cortar pela serra para a costa do Algarve ocidental, pela N267, atravessando a pequena aldeia de Marmelete continuando até Aljezur. É uma rota bonita, através do campo tranquilo, de colinas e florestas para a costa oeste.

Autocarros partem de Portimão para uma viagem de 24 km para norte passando vila portuguesa de Monchique e Caldas de Monchique.

Igreja da Matriz de Monchique

  • Coordenadas: 37.3189015,-8.5578719

No centro de Monchique, na rua da Igreja, encontra facilmente a Igreja da Matriz de Monchique, reparem no pórtico; é um pórtico manuelino da primeira fase, o pórtico sul é igualmente manuelino, relembram as primeiras construções do tempo do Rei Dom Manuel, que sucede o Rei Dom João II. Junto á igreja fica o Museu de Arte Sacra.

Caldas de Monchique

  • Coordenadas: 37.283981,-8.554109

O povoamento fica a 19 km para norte de  Portimão, e a 12 minutos de carro para de Sul de Monchique (pela N266). Chega ao centro através duma rua lateral perto da estrada principal. Descendo a colina do lado esquerdo verá a praça arborizada e as janelas mouras do antigo casino – agora salão de exposições.

Caldas de Monchique, situada numa ravina cercada por bosques,  é um célebre Spa desde tempos romanos. Em 1495 o Rei Dom João II, o grande promotor do caminho marítimo para a Índia, deliciou-se das suas águas (e morreu depois em Alvor).

No século XIX, a cidade tornou-se um resort favorito da burguesia espanhola. Em 2000, praticamente toda a aldeia foi comprada pela empresa Monchique Termas, que restaurou os edifícios degradados em volta da praça principal, com a revitalização dos cafés e lojas. Transformaram-na numa aldeia turística.

Termas de Monchique

A paz e tranquilidade é só interrompida por autocarros de excursionistas. Ao descer passa pelo spa termal (www.monchiquetermas.com), e os seus jardins bem cuidados com vários tratamentos de água no piso térreo dum hotel moderno.

A taxa de entrada dá acesso à sauna, banho turco, ginásio, e piscina. Subindo a partir do spa,  pode sentar sob gigantes árvores de eucalipto – um local maravilhoso para um piquenique. Há uma estalagem de 4 estrelas, logo acima da praça principal, a Albergaria do Lageado (www.albergariadolageado.com), com uma boa piscina.

  • Coordenadas: 37.286001,-8.553095

É propriedade da empresa Monchique Termas incluindo o Hotel Central de 3 estrelas, em parte, situado no antigo edifício do casino na praça principal. A Estalagem Dom Lourenço encontra-se de frente, estalagem de 4 estrelas, outro edifício convertido do século XIX, com pisos de madeira e decoração contemporânea.

Monchique Termas também aluga apartamentos com vista para a praça principal, com kitchenettes. Os hóspedes podem usar a piscina exterior.

Um lugar óbvio, mas caro, para comer é o Restaurante 1692, nomeado após seu ano de construção. Para algo mais simples, O Tasco, no outro lado da praça principal. As especialidades incluem rolos de pão com carne de salsicha dentro, cozido no tradicional forno exterior, embora fecha às 7 da tarde.

Picota

Vista do Monte Picota
  • Coordenadas: 37.3076562,-8.531596 

Cerca de 20 minutos de carro para Norte, pela N266, chega ao monte Picota, o segundo ponto mais alto na Serra de Monchique, que proporciona uma visita deslumbrante.

Resulta da erupção rochosa de Sienito nefelínico, parece granito que é mais conhecido como foiaíto – uma pedra muito dura que existe também no monte da Fóia – a Serra de Monchique é dos mais importantes maciços ígneos alcalino da Europa.

Fóia

foiaFóia
Fóia
  • Coordenadas: 37.314816,-8.596205

Cerca de 20 minutos para Oeste, pela N266-3 chega a Fóia, a 8 km oeste de Monchique, é o mais alto dos montes da serra, mas vai precisar do seu próprio transporte para chegar aqui. Com um moderno complexo que abriga um café-restaurante e loja.

Venha da manhã se puder. Num dia claro, pode ver então a vista panorâmica; Portimão, Lagos, a Barragem da Bravura, e a oeste  o Cabo de São Vicente.Também pode querer passar a noite nas encostas arborizadas que o conduzem a Fóia.

Estalagem Abrigo da Montanha

A Estalagem Abrigo da Montanha, um par de quilómetros do centro de Monchique (www.abrigodamontanha.com), tem um belo jardim, uma piscina, bem como uma sala de refeições.

 

  • Coordenadas: 37.310307,-8.570021

Enquanto a 4,5 km de Monchique na mesma estrada, a Quinta de São Bento tem apenas cinco quartos recheados com antiguidades numa casa de propriedade da família Bragança, os antigos monarcas de Portugal.

É também um dos melhores lugares nesta parte do Algarve para comida de alta qualidade, mas a preços razoáveis,  com receitas tradicionais (restaurante fechado na segunda-feira).

O que ver Perto:

Perto, encontra, para Sudeste, Carvoeiro a meia hora de carro (pela N266 e A22), a 35 minutos para Sul fica Portimão pela N266  – e para Sudoeste Lagos (pela N266 e A22). O aeroporto de Faro fica a 50 minutos (Pela A22) de carro.

Aljezur fica a cerca de 40 minutos para Oeste.

Carvoeiro (Lagoa) e arredores

Cortada por falésias a pequena estância de Carvoeiro foi outrora uma vila de pescadores, mas agora a sua pequena enseada da praia...

Portimão e arredores

thumb
Portimão é a segunda maior cidade do Algarve, situada no estuário do Rio Arade, nos tempos pré-romanos tinha na pesca a sua principal actividade...

Lagos e arredores

Lagos, Portugal
Lagos é uma das cidades mais atraentes do Algarve, o seu centro histórico em grande parte do século XIV, na foz da Ribeira de Bensafrim. Foi a partir daqui

Aljezur e arredores

O centro histórico espalha-se para além da ponte sobre o rio Aljezur, com uma rede de ruas estreitas através de casas caiadas de branco até aos restos de um castelo...