Algarve A Oeste de Faro Alvor

Alvor

A vila de Alvor, no concelho de Portimão, é perfeita para aqueles que buscam férias tranquilas no centro do Algarve. Fica nas margens do estuário do rio de Alvor, com vista para o sapal da Ria de Alvor e perto de Lagos e Portimão.

Não tem grandes monumentos históricos ou um vasto número de atrações, mas é uma povoação charmosa, tradicional de ambiente familiar. A melhor época do ano para visitar Alvor é entre maio e setembro – tem pouco interesse visitá-la durante o inverno e outono.

Alvor foi o local dum pequeno porto romano. Mais tarde, se tornou numa povoação moura (Albur) – conquistada pelo Rei Sancho I em 1189. Durante o século XIV, teve que aprender a se defender dos ataques de piratas e corsário. Embora o terramoto de 1755 tenha destruído a maior parte da tradicional vila, ainda há resquícios do seu passado como na igreja matriz do século XVI.

 

  • Coordenadas: 37.131520, -8.594872

Na extremidade leste da povoação encontra a igreja matriz, a Igreja do Divino Salvador, com a sua magnífica porta manuelina. Da torre terá excelentes vistas para o estuário de Alvor. O núcleo ao redor da igreja mantém seu caráter tradicional, e o porto, mais para sul, é uma delícia enfeitada com coloridos barcos de pesca e restaurantes.

O primitivo castelo fica somente a 350 metros, bem no centro da localidade e perto do mercado municipal de Alvor, donde encontra muita variedade de produtos frescos (na povoação também descobre facilmente o supermercado pingo doce e intermarché).

 

  • Coordenadas: 37.129338, -8.593600

Escondido pelas estreitas ruas da povoação o Castelo de Alvor data do povoamento mouro (Albur). Nesta época era um importante ponto estratégico; de modo que Dom Sancho I decide tomá-lo antes de se concentrar na capital regional dos mouros no Algarve – Silves.

O castelo agora alberga o jardim infantil, e apenas restam algumas secções da muralha e da torre. A história de Alvor foi marcada por ter sido o local donde faleceu Dom João II (Príncipe Perfeito). Embora fosse um bom guerreiro, foi sobretudo um hábil estratega e implacável para com a deslealdade.

Dom João II
Dom João II

Foi o grande promotor do Caminho Marítimo para a Índia dando ordem para que a expedição se preparasse, mas não chegou a ver a sua visão concretizada, pois faleceu em 1495 e a missão só ficou preparada para zarpar em 1497.

Reinou apenas 14 anos (já como príncipe guiava a expansão ultramarina com muito profissionalismo), mais do que suficiente para forjar um futuro incrível para o pequeno reino.

No que diz respeito à restauração, em Alvor há muito por escolher. A cozinha portuguesa é das melhores do mundo e o Algarve é o local para desfrutar peixe e marisco fresco. A cerca de 100 metros do Castelo de Alvor, para norte, fica O Alcaide (Tv. do Areeiro 17): um pequeno charmoso restaurante de muita qualidade e com um atendimento simpático – experimente a cataplana.

  • Coordenadas: 37.130003, -8.593169

Não muito longe, para oeste em direção ao estuário, encontra outra boa opção no largo da ribeira 6 o Restaurante Arco da Velha, com uma excelente relação preço-qualidade. A comida é deliciosa (carne ou peixe) utilizando ingredientes frescos da região.

  • Coordenadas: 37.130492, -8.596026

A melhor opção fica a poucos metros do Arco da Velha no mesmo largo, o Zé Morgadinho, tradicional restaurante de peixe muito fresco e com carnes grelhadas que, durante agosto, fica rapidamente lotado.

  • Coordenadas: 37.130402, -8.596389