Home Madeira O que visitar em Seixal Madeira

O que visitar em Seixal Madeira

Em Seixal, freguesia do Porto Moniz, as montanhas ao sul abraçam o Atlântico ao norte, criando uma paisagem única de beleza. Para informações detalhadas sobre a ilha, vá até Ilha Da Madeira O Que Visitar. Para um guia prático de Funchal, veja Madeira Funchal O Que Visitar.

A sua serpenteante estrada liga Porto Moniz e a Santana. Vive principalmente da agricultura, terras acariciadas por mãos que cultivam a terra com dedicação e carinho.

Abundante em água, Seixal testemunha o deslizar das águas que se derramam por entre as montanhas, transformando a paisagem num espetáculo. Entre elas, destaca-se a Cascata do Véu da Noiva, que jorra da montanha.

Seixal

A cerca de 45 minutos de carro do Funchal, a principal cidade da Madeira, Seixal estende-se por 40 quilómetros, revelando uma diversidade de praias e piscinas naturais. A Praia do Seixal, com suas águas tranquilas e cristalinas, é das mais populares da região.

 Cascata do Véu da Noiva

Cascata do Véu da Noiva

Na estrada ancestral que une São Vicente ao Seixal, um dos mais emblemáticos pontos da costa norte se revela aos nossos olhos. É a deslumbrante Cascata do Véu da Noiva, cuja magnificência pode ser apreciada do miradouro que leva o mesmo nome.

A cascata, em sua queda de 30 metros, desenha uma cortina líquida que se despeja montanha abaixo, unindo-se ao Atlântico, lembrando os véus alvos das noivas.

É de fácil acesso, distando apenas uma dezena de metros da apertada, bonita, estrada.

Praia do Porto do Seixal

Praia do Porto do Seixal

Na Praia do Porto do Seixal, o areal negro acolhe o Atlântico, resguardado por escarpas e montanhas vestidas da cor de esperança. Esta praia, dotada de bons acessos e comodidades como duches e bar de apoio, é o palco perfeito para os corajosos que desejam desafiar as ondas do mar. Aqui, surfistas, bodyboarders e praticantes de stand up paddle encontram o cenário ideal para suas aventuras.

Poça das Lesmas

Poça das Lesmas

A Poças das Lesmas é uma piscina naturais esculpida pelas mãos caprichosas da natureza. As tonalidades escuras das rochas contrastam com o Atlântico, num jogo cromático que encanta os olhos.

Estas piscinas, embora sem vigilância, contam com instalações sanitárias e um bar de apoio. Com áreas mais rasas para as brincadeiras infantis e outras mais profundas.

As rochas irregulares separam as piscinas umas das outras, algumas tão lisas que parecem ter sido polidas com manteiga. Aqui, lesmas fazem morada, sendo utilizadas como isca pelos pescadores locais, dando origem ao nome destas piscinas.

Onde ficar em Seixal? Lazy Lizard by the Ocean

Lazy Lizard by the Ocean

Viajantes atentos podem encontrar o repouso desejado no recôndito abrigo da Lazy Lizard by the Ocean. Esta casa de férias, rodeada por um jardim, está bem apetrechado e de limpeza irrepreensível.

A proprietária, de sorriso generoso e disponibilidade sem limites, compartilha conselhos sábios sobre os encantos da Madeira. E, como que por magia, a mesa se enche de frutas frescas, vinho e doces que adoçam a chegada dos hóspedes.

Ver Hotéis em Seixal – Melhor Preço

Onde Comer em Seixal? Lounge Bar Clube Naval do Seixal

Lounge Bar Clube Naval do Seixal

Na beira do cais do Seixal, onde a praia de areal negro é beijada pelas ondas do Atlântico, surge, como esta agradável revelação, o Lounge Bar Clube Naval do Seixal.

Um espaço tão próximo do mar que quase se pode tocar com os dedos. Ali, os mojitos ganham outra vida, o prego no bolo do caco é uma experiência para os sentidos, e as lapas grelhadas, acompanhadas pelo pargo assado no forno com batatas, são um convite ao deleite gastronómico.

O serviço, ágil como o vento, completa a experiência.

Telefone: 918 240 118

Fanal Madeira

Fanal Madeira

Fanal, essa vasta área florestal onde as serras do Seixal e da Ribeira da Janela se encontram, alberga a estrela destas paragens: os tis centenários, testemunhas do tempo antes da descoberta do arquipélago.

Aqui, desbravamos percursos que nos recompensam com a Floresta Laurissilva, como a PR13 – Vereda do Fanal.

Levada dos Cedros

Levada dos Cedros

A Levada dos Cedros, esse fio de água que desde o século XVII leva a vida das nascentes do Lombo do Cedro até às terras da parte oeste da Madeira. Inicia-se na Estrada Regional 209, e termina na mesma estrada, mas em Curral Falso.

Acompanhando serenamente a Levada, chega-se à Ribeira da Janela, e, após quatro quilómetros de caminhada, surge um miradouro de encanto. Lá, faz-se uma pausa e os olhos perdem-se na paisagem. O tempo parece desacelerar.

Lagoa do Fanal

Lagoa do Fanal

A Lagoa do Fanal, segredo bem guardado no coração da floresta Laurissilva, é o resultado duma cratera vulcânica extinta que se encheu de água ao longo dos tempos. A sua superfície varia conforme as estações do ano. Na envolvência, tílias centenárias vigiam em silêncio.

O que visitar por perto de Seixal?

Miradouro da Eira da Achada

Miradouro da Eira da Achada

Nas serranias da Ribeira da Janela, ergue-se o Miradouro da Eira da Achada, cujas vistas alcançam a vastidão da costa norte da Madeira, a espraiar-se ao longe sob a abóbada do céu.

É um lugar de pausa e contemplação. Dispõe ainda de comodidades, tais como casas de banho, áreas de piquenique e estacionamento, que convidam a um repasto.

Piscinas de Porto Moniz

Piscinas de Porto Moniz

Esculpidas por mãos celestiais, as piscinas naturais de Porto Moniz, são espelhos de água providas de parque infantil, estacionamento e um bar acolhedor.

Espreguiçadeiras e guarda-sóis podem ser alugados por algumas moedas, tornando o espaço ainda mais convidativo.

Teleférico da Achada da Cruz

Teleférico da Achada da Cruz

Do Miradouro do Teleférico das Achadas da Cruz, a vista se despenha sobre a íngreme encosta, acariciada por ventos salgados. Ao fundo, a fértil Fajã da Quebrada Nova, contrasta com o cinza das escarpas que a envolvem.

O teleférico, em silêncio, desce a vertente. Ao tocarmos a terra, somos tomados por um sentimento de descoberta.

Grutas de São Vicente

Grutas de São Vicente

Em São Vicente, as grutas milenares abrem-se à luz do dia, testemunhas silenciosas da história geológica. A água escorre pela rocha porosa, criando lagoas cristalinas que capturam e refletem a luz.

Cada recanto dessas grutas narra a epopeia da terra, que um dia se rasgou e deu lugar a túneis subterrâneos, moldados pelo magma. Outrora líquido e quente, agora solidificado nas entranhas da terra.